CONCEDIDO: EM REUNIÃO NA ALE/RO, SINPROF/RO COBRA REAJUSTE DO PISO DOS PROFESSORES (NOVIDADES).

Por Val Barreto.

O SINPROF (Sindicato dos Professores e Professoras no Estado de Rondônia) representado por Sivanildo Martins, Diretor do Polo do SINPROF em Porto Velho, participou de uma reunião como a Comissão da Educação na Assembleia Legislativa de Rondônia, para tratar do reajuste anual do piso salarial dos profissionais da rede pública da educação básica.

O piso salarial dos professores foi reajustado em 12,84% para 2020, passando de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24 desde janeiro, 2020, contudo, o reajuste ainda não foi implantado nos rendimentos dos professores da Rede Estadual de Ensino.

O Piso está previsto na Lei 11.738/2008, e tem sido foco de sérias discussões. O SINPROF, representando os professores em Rondônia, tem participado continuamente de todas as ações e discussões sobre o cumprimento da Lei do Piso, cobrando para mais celeridade no pagamento, tendo o direito dos professores, como prioridade em várias representações.

Para o Presidente Interino do SINPROF, Jarbas Soares, o momento é de buscar um entendimento para que seja possível avançar nos pontos que ainda não foram possíveis: “Estamos sempre dialogando com o secretário de educação, para que possamos conquistar a garantia de direitos dos professores. Essa é uma prioridade que estamos levando muito a sério, sempre” – Relatou.

A reunião aconteceu no dia 29 de julho, com a participação da Lionilda Simão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (SINTERO), do Secretário de Organização, José Augusto Neto, também do SINTERO.

Do SINPROF participaram o Secretário de Imprensa, Júnior Freire e Sivanildo Martins, diretor do SINPROF Porto Velho, na sessão, os deputados estaduais, apoiaram o cumprimento da Lei e o então Secretário de Educação da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC/RO) anunciou que o reajuste do piso será realizado no mês de agosto/2020 já incluindo o retroativo de julho.

No que se refere ao retroativo até o mês de junho, serão pagos gradualmente, mas ainda estamos obtendo informações, de como será esse pagamento. Por hora, sabe-se, que o secretário de educação, assumiu o compromisso de realizar os devidos reajustes, tão logo seja possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *