2 de julho de 2020

SINPROF inicia levantamento de professores que compõem grupo de risco. (Participe).

Por Val Barreto*

O SINPROF – Sindicato dos professores e professoras de Rondônia iniciou um levantamento por meio pesquisa via formulário do Google: https://forms.gle/mjpHDmrywzRd4jC18 para verificar o porcentual e informações básicas sobre os professores que fazem parte do grupo de risco, ou seja, portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão, bronquite, asma e professores acima de 60 anos, que são os mais propensos a ter complicações e morrer de Covid-19.

A pesquisa não pede identificação pessoal dos professores ou de suas escolas, turmas, alunos, mas irá subsidiar os pedidos de providências do sindicato junto as Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) e demais órgãos pertinentes.

Quem são os professores que compõem o grupo de risco?

Um estudo recém-publicado no British Medical Journal (BMJ) traz novos dados sobre os tais grupos de risco do novo coronavírus, também chamado de Sars-Cov-2. Provavelmente, os professores e professoras idosos estão mais suscetíveis às complicações por causa de alterações no sistema imunológico naturais da idade, como os males cardíacos, a circulação prejudicada, etc.

Também compõe o grupo de risco, os professores que são portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão, bronquite, asma, doenças cardiovasculares, enfermidades hematológicas, doença renal crônica, obesidade, imunodepressão, lúpus, câncer, HIV positivo, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), dentre outros.

O SINPROF convoca todos os professores da rede municipal e estadual para participar da pesquisa, pois desse levantamento depende medidas sanitárias para o retorno as aulas presenciais tanto para quem faz parte do grupo de risco, ou não e ainda a uma série de outras iniciativas, a exemplo:

1. Pedido de afastamento dos professores que compõem o grupo de risco;

2. Contratação de novos profissionais para suprir os afastamentos dos professores do grupo de risco;

3. Novas convocações para garantir a continuidade do trabalho pedagógico, realizado pelos professores que vieram a óbito em razão da doença COVID-19;

4. Ampliação de vagas no Concurso da Prefeitura de Porto Velho 2019.

Através de um questionário simples e dinâmico de apenas 10 questões, a pesquisa irá recolher informações referentes a idade, gênero, comorbidades e ainda sobre a opinião dos professores em relação a sentirem-se ou não, seguros para voltar a exercer suas atividades, de forma presencial na escola.

Para participar, basta entrar no link: https://forms.gle/mjpHDmrywzRd4jC18

*Val Barreto é professora na rede municipal, jornalista e escritora em Porto Velho.

Fonte consultada: https://saude.abril.com.br/medicina/coronavirus-novos-dados-sobre-grupos-de-risco/