SINPROF sugere atendimento psicológico para professores ao retornar às escolas.

Por Val Barreto.

Em reunião com o Secretário de Educação da SEDUC – Secretaria de Estado da Educação no dia (06/07) entre o SINPROF – Sindicato dos professores e professoras no Estado de Rondônia com a Comissão de volta às aulas presenciais, para tratar do planejamento dos protocolos sanitários, Raimundo Rufino dos Santos, diretor do SINPROF da Regional Mata sugeriu a SEDUC que seja oferecida aos professores que voltarem ao trabalho, atendimento psicológico, para garantir apoio psicossocial aos professores que necessitam de atendimento, por terem perdido colegas de trabalhos e/ou familiares para a COVID-19.

O diretor da diretor do SINPROF da Regional Mata revelou grande preocupação com a saúde psíquica dos professores e lembrou a SEDUC de incluir no Plano de volta às aulas, a garantia de saúde emocional dos professores, visto que além da saúde física, é necessária muita atenção com as consequências da Pandemia a esses profissionais.

VOLTA ÀS AULAS: SINPROF sugere contratação de Agentes de limpeza!

Por Val Barreto.

O SINPROF – Sindicato dos professores e professoras no Estado de Rondônia em reunião com o Secretário de Educação da SEDUC – Secretaria de Estado da Educação no dia (06/07) com a Comissão de volta às aulas presenciais, sugeriu algumas medidas sanitárias que precisam ser pensadas.

Raimundo Rufino dos Santos, diretor do SINPROF da Regional Mata (Rolim de Moura) sugeriu a SEDUC que seja realizada a contratação de Pessoal de apoio para realizar a higienização das escolas para retorno da volta às aulas presenciais, garantindo a segurança de professores, servidores da educação, alunos e da comunidade escolar.

O diretor problematizou que há técnicos da SEDUC que compõem o grupo de risco, pela faixa etária de idade e por comorbidades, por isso frisou na importância de suprir a necessidade desses profissionais que serão afastados, o que requer que sejam realizadas novas contratações, não apenas para cobrir os afastamentos, mas porque deverá ter reforço das medidas sanitárias diante da prevenção da contaminação por COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *