VOLTA ÀS AULAS: SINPROF PARTICIPA DE REUNIÃO COM COMISSÃO DA EDUCAÇÃO NA CÂMARA MUNICIPAL.

Compartilhe :

Por Val Barreto

O SINPROF – Sindicato dos professores e professoras de Rondônia se reuniu na última quarta-feira (24 de junho, 2020) para participar de uma reunião com a Comissão Permanente de Educação da Câmara Municipal de Porto Velho.

A intenção da reunião foi discutir sobre a volta às aulas presenciais, com previsão para o dia 7 de agosto, 2020, bem como o planejamento estratégico para este retorno e ainda sobre os impactos da Pandemia na Educação da rede municipal de Porto Velho.

A reunião contou com a participação do Professor e diretor Sivanildo Martins, representando o SINPROF e contou com a presença da vereadora e presidente da comissão Joelna Holder, da Secretária Adjunta de Educação da SEMED: Gláucia Negreiros, do Conselho Municipal de Educação de Porto Velho (CME): Cláudio Negreiros, dos representantes do Ministério Público do Estado de Rondônia (MPE): Alexandre de Jesus Santigo e Eliliane Anjos e dos vereadores: Luan da TV e Aleks Palitot.

Na reunião, o SINPROF apresentou vários pontos que precisam ser discutidos e iniciativas que precisam ser realizadas antes de ser pensada a questão da volta às aulas presenciais, além de pedir alguns levantamentos, fez as seguintes solicitações junto a Comissão:

– Levantamento dos professores que apresentam comorbidades e, portanto, fazem parte do grupo de risco a contrair COVID-19, gerando complicações ou mesmo a morte;

– Levantamento dos professores que vieram a óbito em razão da doença COVID-19, causada pelo novo coronavírus;

– Participação do SINPROF na elaboração do planejamento estratégico das ações na educação e professores da rede municipal de ensino;

– Ampliação das vagas do Concurso Público Edital 001/2019, visto que vários fatores irão gerar a necessidade de contratação de novos professores, como os afastamentos para exercer mandato eletivo, afastamento em razão de doença e/ou ser do grupo de risco, dentre outros fatores que irão causar evasão desses profissionais;

– Melhoria do atendimento aos alunos em tempos de pandemia, considerando a metodologia de ensino híbrida insuficiente para a aprendizagem, devido ao não acesso a internet de forma igualitária para todos os educandos;

– Medidas que garantam a segurança dos professores e demais servidores da educação, no que se refere aos protocolos de segurança, higienização do espaço escolar, ao uso de EPI’s, dentre outras normas que garantam a volta às aulas, de forma apropriada, nas questões sanitárias;

– Ampliação da rede municipal de ensino, visto que muitos alunos da rede privada, irão necessitar se matricular na rede pública, devido aos pais e/ou responsáveis terem perdido o emprego, devido a crise econômica gerada pela Pandemia;

– Desvinculação do ano civil ao ano letivo escolar;

– Reformulação do calendário escolar da zona rural e urbana;

– Maior capacitação dos professores para atuar com os desafios gerados pela PANDEMIA e atuação por meio de recursos tecnológicos, originados pelas aulas remotas.

         O SINPROF se manifestou contra a volta as aulas, até que haja condições de oferecer segurança contra a COVID-19 e todas as medidas sanitárias, que garanta o retorno seguro das aulas presenciais para os professores, funcionários da educação, alunos e pais.

         Além dessas solicitações, o SINPROF manifestou-se contrário a entrega de atividades pelos professores na escola, devido ao risco de contaminação e chamou a atenção para os procedimentos com as aulas remotas e possível reposição, pois há professores que possuem dois contratos no município ou também um no estado, o que os impede de atuar de forma integral com apenas uma turma.

Na reunião também foi pautado o atendimento aos alunos com necessidades especiais, cautela, participação e celeridade nos Planos que vêm sendo adotados para o contingenciamento dos prejuízos, e as ações dos Órgãos envolvidos com a educação, durante a pandemia do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *